" Mister do Café: Bruno de Carvalho e os tribunais

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Bruno de Carvalho e os tribunais


Ao longo dos últimos anos muito se tem falado dos processo movidos pelo Sporting sob a liderança de Bruno de Carvalho. O "tolinho dos processos", como tem sido apelidado o presidente do Sporting pelo encartilhados, é já um clássico dos bitaites entre adeptos. Vamos lá analisar esta situação:

A cartilha


Há precisamente um ano, os adeptos encartilhados atacaram Bruno de Carvalho com tudo o que tinham sobre os processos em curso interpostos pelo e contra o Sporting. Na altura foram requentar notícias, como a decisão do caso Doyen que foi tomada em Dezembro de 2015. Tudo isto com a conivência dos encartilhados dos jornais.

Na altura, Bruno de Carvalho escreveu o seguinte no seu facebook:


"Ontem saiu um surto de notícias sobre dívidas que nem sei se não há aí algum magnata que nos ajude. O Sporting tem o menor passivo de todos. Perdeu com Carlos Freitas? Sim. Com a Doyen há meses? Sim. Mas ontem a campanha foi concertada, quase como a orquestra da Gulbenkian... Orgulhosamente, estamos equilibrados, estamos completamente calmos com o que se está a passar. Todos os processos podem ganhar-se ou perder-se e cá estamos em três anos num clube que diziam falido que não faliu. Quando cheguei, houve pessoas que me iam fechar a torneira e que ia morrer. Eu estou cá e algumas dessas instituições já não estão cá. Não gosto é de orquestras, só das sinfónicas".

Bruno de Carvalho, 28 Abril 2016


Ontem ficamos a saber o veredicto em relação ao "caso Labyad". Motivo pelo qual é interessante fazer uma actualização nos valores e nos casos em que o Sporting tem ido para tribunal. Vejamos:

Caso "Labyad"



Mais 900 mil euros que ficam nos cofres de Alvalade e que com Godinho Lopes teriam seguido para o bolso de um tal de Jorge Pires, "por serviços de intermediação".

Caso "Bruma"


Quem não se lembra de personagens como Bebiano Gomes ou de Catio Baldé. A telenovela foi alimentada diariamente pelos jornaleiros e escribas nacionais.


Resultado do processo:



Caso "Elias"


Mais um caso quente herdado de Godinho Lopes, que a actual direcção do Sporting soube resolver com mestria.


Numa primeira fase o Sporting chegou a acordo com o jogador.

(link da notícia)

E depois efectuou a venda dos 50% do passe que detinha.

 

Caso "João Moutinho"


Mais uma batalha jurídica ganha pelo Sporting desta vez contra o FC Porto a propósito da transferência do jogador.



O Sporting recorreu ainda de outras questões relacionadas com o caso. Questões essas que ainda não foram deliberadas em sede de recurso.

Caso "Atila Turan"



Mais uma contratação á moda de Godinho Lopes que a actual direcção conseguiu resolver.

Caso "Yannick Djaló"



Outro problema resolvido depois da completa falta de capacidade de Godinho Lopes e seus pares.

Caso "Pedro Sousa e Irene Palma"


ReC Semestral Sporting 15/16

Caso "Galp"



Uma poupança de apenas 5,25 Milhões de Euros. Coisa pouca...

Casos Pendentes


Bojinov - Sporting condenado em primeira instância a pagar 600 mil Euros quando o jogador reclamava 6,5 Milhões. Sporting interpôs recuso estando a aguardar-se a decisão.

Maurício do Vale - Sporting condenado em primeira instância a pagar 200 Mil Euros. Sporting interpôs recuso estando a aguardar-se a decisão.


As derrotas


Neste momento o Sporting tem apenas duas derrotas transitadas em julgado. O "caso Carlos Freitas" e o "caso Doyen". 


Resumindo



Estes são os processo que o Sporting venceu durante o mandato de Bruno de Carvalho. Tudo somado, são 25,5 Milhões de Euros ganhos em processos judiciais. 

Vejamos agora os processos que ainda não tiveram decisão definitiva:

Estamos a falar de 200 mil euros para Maurício do Vale e de 600 mil euros para Bojinov em processos em que na primeira instância não foi dada razão ao Sporting. Se pensarmos que Bojinov reclamava 6,5 Milhões de Euros e apenas lhe foi concedido um valor na casa do 600 mil euros, não podemos considerar este caso como uma derrota efectiva pelo Sporting. Estamos a falar de uma diferença de quase 6 Milhões de euros.

Vejamos agora as derrotas:

Carlos Freitas, mais um "menino" de Godinho Lopes conseguiu "sacar" ao Sporting mais 209 mil euros. O tão falado "caso Doyen" foi também perdido pelo Sporting. Os leões tiveram de pagar 12 Milhões de euros mais juros.


Mas este caso precisa de uma explicação adicional. Vamos lá:

Quando o Sporting comprou Marcos Rojo ao Spartak de Moscovo, os leões investiram 1 Milhão de Euros e a Doyen investiu 3 Milhões de Euros. O Sporting ficou com 25% e a Doyen com os restantes 75%. O Sporting vendeu o jogador ao Manchester United por 20 Milhões de Euros. Se o clube não tem denunciado o contrato com a Doyen teria ficado com 5 Milhões de Euros e os restantes 15 Milhões iriam para a empresa de Nélio Lucas.

Antes de vender o jogador, o Sporting denunciou o contrato e por isso recebeu os 20 Milhões na totalidade. Desses 20 Milhões, o Sporting transferiu de imediato para a conta da Doyen os 3 Milhões investidos aquando da compra do jogador. Daí que o tribunal tenha condenado o Sporting ao pagamento de 12 Milhões de Euros (15M - 3M já pagos) mais os juros. 

Isto quer dizer que o Sporting em todo o processo com a Doyen teve de pagar juros de 12 Milhões de Euros durante cerca de dois anos e meio. Este dinheiro foi uma grande ajuda para permitir que o Sporting cumprisse a questão do fair-play financeiro deixado por José Eduardo Bettencourt e Godinho Lopes, e ainda deu para começar as obras no Pavilhão João Rocha que está em fase de acabamento. 

No início desta semana, o TAS anunciou a decisão definitiva em relação à proibição dos Fundos.


Perdemos o processo com a Doyen na certeza que o Sporting bateu-se pelo que acreditava. De qualquer forma, a acção de Bruno de Carvalho e do Sporting foram decisivas para que os fundos se tornassem ilegais no mundo do Futebol. Uma decisão que foi tornada publica no inicio desta semana e que curiosamente não chegou aos programas dos encartilhados e nos jornais pouco ou nenhum destaque teve. Por que será?

Fica feito o esclarecimento.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

11 comentários:

  1. como se encontra o processo "somague"???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se te referes à adjudicação do Pavilhão João Rocha, tira o cavalinho da chuva e aproveita para uma boa soneca.
      A Somague apresentou uma proposta, que terá sido aceite e, de seguida, quis uma revisão de preços, não aceite.
      Não respeitou os prazos para o início da obra, logo, ponto final
      Pázinho, são coisas corriqueiras na construção civil e vão dar sempre ao mesmo desfecho, salvo quando a obra já se iniciou. E, mesmo assim...

      Eliminar
    2. Não tenho a certeza absoluta, mas julgo que o Sporting colocou a Somague em tribunal por quebra de contrato.

      O Liondamaia já explicou o resto. Houve concurso para a adjudicação da obra. A Somague ganhou o concurso, mas depois queriam meter despesas adicionais para sacar dinheiro ao Sporting. Desde o início que o Sporting sempre definiu a obra como sendo "chave na mão", que é o mesmo que dizer que a construtura tinha que entregar o pavilhão finalizado e pronto para ser utilizado.

      Eliminar
    3. Mais, basta ver por onde anda a Somague nestes dias: cala-te que está em risco, com grandes dificuldades, salários em atraso... Não me surpreendia que já nessa altura tenham tentado sacar mais algum €€ depois da obra adjudicada, pensando que o BdC nunca iria deixar cair a adjudicação e passar para outra empresa.

      Eliminar
  2. É verdade o caso do Labyad vi ontem na TV. Mais uma vitória do Bruno. Aos poucos vai limpando a má imagem que alguns tentaram colar ao presidente leonino. Não me admirava nada que o candidato croquete que perdeu as eleições andasse "infiltrado" na cartilha encarnada.

    http://taticadomister.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Os fundos dos fundos13 de abril de 2017 às 17:24

    O FCP que se ponha a pau com os fundos.

    Essa dos fundos serem ilegais, escapou-me. Nem vi nos noticiários nem nos programas dos papagaios avençados. Lá está os jornaleiros quando a música não lhes interessa omitem notícias. Quando as notícias dão razão ao Bruno as avestruzes lá metem a cabeça na areia.

    Derrota pesada para a Doyen. E o FCP que se ponha a pau com as ligações aos fundos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há interesse da parte da Comunicação Social em abordar o assunto, nomeadamente nos programas televisivos.

      Entretanto o Nélio Lucas parece que mudou de ramo. Agora é "vendedor de cerveja"...

      Eliminar
    2. É verdade que andam a promover uma bebida qualquer... com maior incidência em clubes brasileiros. Mas o que estranho verdadeiramente é que o Manchester é um dos parceiros.

      Leão de Braga

      Eliminar
  4. Não colocaria a Doyen no mesmo patamar dos outros casos. O que aconteceu foi apenas um retardar, que tanto jeito deu, do pagamento. No fundo o Sporting não perdeu nada, apenas atrasou o pagamento.
    É óbvio que era óptimo não pagar nada, mas falar em perda parece-me exagero.

    ResponderEliminar
  5. O Mestre já se referiu, de forma sumária ao facto do processo colocado à Doyen servir mais para retardar o pagamento do que propriamente para evitá-lo. Não nos podemos esquecer do momento em que tudo se passou. O SCP não tinha acesso a crédito bancário e não tinha sequer dinheiro em tesouraria. Do meu ponto de vista está decisão de manter o dinheiro em Alvalade, ainda que sabendo que o teria de devolver e pagar juros do mesmo, foi brilhante do ponto de vista da gestão de BdC, pois não fosse isso e o preço para o SCP poderia ter sido muito superior, quem sabe se a sua própria sobrevivência.

    ResponderEliminar
  6. Bem vistas as coisas quem pagará a Doyen é o Manchester United que nos transferiu 20 milhões... No fundo entregamos o 15 milhões a quem detinha 75% do passe. Vamos pagar é os juros de mora pelo dinheiro que muito jeito deu para equilibrar as nossas contas. Já agora há como saber o montante dos juros na presente data? Saudações Leoninas

    ResponderEliminar