" Mister do Café

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

O jogo da mala


De uma assentada o conselho de disciplina da FPF decidiu apresentar os veredictos de três dos mais mediáticos casos do futebol português nos últimos tempos: Vouchers, "jogo da mala" e o túnel de Alvalade. Começo pela análise ao "jogo da mala".

O jogo da mala


No dia 1 de Maio de 2016, João Gabriel - director de comunicação do Benfica por esta altura - fez um tweet sobre o jogo da mala. É importante referir que o tweet foi feito a um Domingo mesmo antes do início dos programas de comentário desportivo. De seguida toda a entourage de manipulação e propaganda encarnada tratou de colocar o assunto na agenda mediática.


No dia seguinte, Pedro Guerra lançou mesmo números para a mala alegadamente entregue pelo Sporting ao Vitória de Guimarães e a Sérgio Conceição.


Como podem verificar, Pedro Guerra afirmou de forma cabal ter conhecimento do que foi dito na palestra por Sérgio Conceição: "Já sabem o vosso prémio é 280 mil. Eu tenho 70 mil para a minha equipa técnica mas até vou repartir por vocês todos. Agora vão lá para dentro e temos é de tirar pontos ao Benfica e vale tudo." Tudo somado, Pedro Guerra afirmou que o Sporting ofereceu 350 mil euros ao Guimarães como incentivo para o jogo.

No final do campeonato Sérgio Conceição deu uma entrevista a Rui Santos onde afirmou que corre um processo contra Pedro Guerra por estas declarações.

Link (aqui)

É importante que as pessoas percebam que o "jogo da mala"foi uma teoria montada pela máquina de propaganda benfiquista numa fase decisiva do campeonato 2015/2016.

A abertura do inquérito


Quatro dias depois do tweet de João Gabriel, a imprensa noticiou que a Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga tinha aberto um inquérito disciplinar relativo a este caso. É muito importante referir que o inquérito disciplinar foi aberto apenas e só com base nas insinuações e mentiras de Pedro Guerra, André Ventura, João Gabriel e restantes acólitos. Nunca existiu nem existe qualquer tipo de prova ou indicio de envolvimento do Sporting em qualquer prática de incentivo aos clubes que jogam ou jogaram contra o Benfica. Mesmo assim a CII foi célere a abrir um processo de inquérito.

O ponto final no processo


Na passada quarta-feira o Conselho de Disciplina anunciou o arquivamento do processo. Mais uma vez o acórdão não foi disponibilizado para consulta livre dos interessados. É esta a transparência preconizada por José Manuel Meirim e os restantes colectores de bilhetes duplos para os jogos do Benfica, que fazem parte deste órgão.

Mas, há sempre alguns jornalistas com acesso privilegiado a esta documentação. O jornal Record apresenta hoje uma notícia relativa a este caso. Vejamos:

Jornal Record 18.08.2017
Os presidentes do Vitória de Setúbal, Rio Ave, Marítimo, Vitória de Guimarães e Nacional da Madeira negaram ter recebido qualquer tipo de promessa de recompensa por parte do Sporting. Neste lote de presidentes, há aqui muita gente que não gosta particularmente do Sporting, nomeadamente os presidentes do Vitória de Setúbal, Marítimo ou Nacional da Madeira.

Este processo foi uma autêntica fantochada que serviu apenas para desviar atenções e enxovalhar o nome do Sporting numa fase decisiva daquele campeonato. A CII foi conivente com este esterco ao abrir um processo baseando-se apenas nas declarações de Pedro Guerra e João Gabriel, dois artistas sem ponta de idoneidade para falarem sobre o que quer que seja.

O verdadeiro jogo da mala


Já vem sendo um hábito o facto de o Benfica acusar o Sporting de práticas que são recorrentes no Estádio da Luz. Como a verdade vem sempre à tona, três meses depois numa escuta do processo "Jogo Duplo" existe uma declaração de um dos escutados que afirma cabalmente que "o Benfica carregou uma equipa com 50 mil euros". Isto numa altura em que os encarnados estavam em extremas dificuldades para assegurarem a manutenção na II Liga. Podem saber mais sobre este assunto clicando (aqui).


Perante isto, alguém viu a Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga a abriu inquérito relativamente a esta situação? É que neste caso não são meras declarações de assalariados do Benfica a lançarem lama para cima de um rival. Estamos perante alguém que obviamente não sabia que estava a ser escutado e que afirmou cabalmente que os encarnados carregaram um clube com 50 mil euros. 

Este caso é bem elucidativo do nível da CII da Liga e do Conselho de Disciplina, dois órgãos que continuam a assobiar para o lado em processos de real interesse e que pelo meio aceitam participar nestas palermices patrocinadas pela máquina de propaganda encarnada. Perante isto, o Sporting só tem de continuar a sua luta pela justiça e levar o caso ao tribunais civis, tal como fez Sérgio Conceição com Pedro Guerra. 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Super Relvinhas - A delegada da Liga


Helena Relvas é uma das figuras que constituem o quadro de delegados da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Este inspectora-geral do trabalho faz parte dos quadros da Liga desde a época 2014/2015. A nossa amiga estará hoje em Chaves nas "delegacias" do jogo entre o Chaves e o Benfica.

A Super Relvinhas


Helena Relvas tem a sua auto-estima bem elevada e até se considera uma "Super Relvinhas".



Os "queridos amigos ilegais"



Aqui está Helena Relvas em acção com o querido Nuno Pedro, um dos delegados que exerce o seu cargo de forma ilegal, uma vez que acumula o cargo com o de vogal do Conselho Directivo da AF Lisboa, como podem ver (aqui).


É sempre interessante ver a interacção entra Helena Relvas e o seu patrão Reinaldo Teixeira, lá do reino dos algarves. Isto agora com a Ryanair a bombar entre Lisboa e o Algarve é que vai ser...

Curiosamente, outro senhor que está na ilegalidade uma vez que acumula o cargo de "chefe" dos delegados com o de Presidente da MAG da AF Algarve. (aqui)


Não há duas sem três. É engraçado que o melhor amigo de Helena Relvas em 2016 tenha sido precisamente o delegado Manuel Castelo. Outro dos delegados ilegais, uma vez que acumula o cargo na liga com o de Vice-Presidente da AF Lisboa (aqui).


As delegacias


A nossa Super heroina gosta muito anunciar ao mundo as suas participações nas "delegacias".



Como qualquer mulher moderna, a nossa Relvinhas gosta de aparecer bem na fotografia. E nada melhor do que tirar uma foto com o equipamento da Liga de clubes. 


Amor ao Benfica





O que diz o contrato de prestação de serviços dos delegados da Liga?




O contrato de prestação de serviços assinado entre os delegados e a Liga de clubes é cabal no que diz respeito à utilização das redes sociais. Perante tudo isto, mais uma vez, a Liga escolheu assobiar para o lado e não atribuir qualquer tipo de castigo ou reparo à sua funcionária. É esta a nossa Liga, meus amigos.

Sobre os senhores delegados e restantes amigos, ainda tenho muito, mas mesmo muito mais a dizer e depois de um interregno propositado sobre este assunto, voltarei a trazer informação relevante sobre este processo. 

Para já deixo-vos com um super conselho.


O Super conselho da nossa Relvinhas




Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 12 de agosto de 2017

Coito interrompido


Recentemente ouvi um desses paineleiros a referir-se a "coito interrompido" para designar o momento em que o vídeo-árbitro anulou um golo conseguido de forma ilegal. Durante a noite de ontem assistimos a uma nova variação deste "coito interrompido". Os rivais já festejam o deslize do Sporting, quando o árbitro da partida decidiu cumprir as leis do jogo, assinalando um pontapé de penálti tão claro como desnecessário.

Por isso urge solucionar a "azia" causada por este "coito interrompido".

Pedro Henriques na Sporttv


Começo pela análise do expert em arbitragem do canal que transmitiu a partida.

Casos.pt



António Marçal e Pinto Correia também não tiveram dúvidas. Pontapé de penalti bem assinalado. António Marçal considerou ainda penalti sobre Coates. Pinto Correio é o ÚNICO expert em arbitragem que não considera falta sobre Coates.

Duarte Gomes e jornal Abola




A capa de hoje do jornal Abola é bem demonstrativa da azia dos Serpa, Delgados e Guerras. Dar relevância de capa à frase "Penalty é ridículo" é um pequeno truque do pasquim. Não tenho acesso ao que foi escrito no jornal, mas sendo Duarte Gomes o expert em arbitragem do jornal, e tendo afirmado ontem que o penalti foi bem assinalado e que ainda ficou outro penalti por assinalar sobre Coates, não acredito que tenha mudado de opinião. 

Aqui ficam as declarações para não haverem dúvidas.


Jornal Record




No Record, Marco Ferreira e Jorge Faustino são claros: Penalti bem assinalado e ficou ainda por marcar uma grande penalidade por falta sobre Coates.

Jornal Ojogo



No jornal Ojogo, Jorge Coroado, José Leirós e Fotunato Azevedo não têm dúvidas. Pontapé de penálti bem assinalado e ficou também por marcar um penalti a favor do Sporting por falta sobre Coates.

Siga!


Resumindo: Dos 9 ex-árbitros com espaço na imprensa todos concordam que o pontapé de penálti foi bem assinalado. Destes 9 árbitros, 8 consideram que ficou um pontapé de penálti por assinalar a favor do Sporting. Mas isto deixa dúvidas a alguém? Só a alguns iluminados...

Dois jogos, duas vitórias, equipa em crescendo e continuamos sem sofrer golos. Venha a Champions.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)